Aleitamento materno, um lindo conto de fadas!?

Amamentar é um ato de amor, de doação, de persistência, de provação, e as vezes também de sofrimento.

Minha experiência sobre amamentação foi a principio bem tranquila, claro que doeu um pouco no começo, mas tinha12189832_1705537919679801_7109497638245488717_n bastante leite, bico do seio bem formado, e o Fernando depois que achava o peito (sim, porque na primeira semana se contorcia todo, parecia que não sabia “o que” ele tinha que sugar, e isso me deixava um pouco nervosa), mamava bem. Amamentava em qualquer lugar, e com quem estivesse em volta. Pra mim foi sempre natural, e enfim, sinceramente, todo mundo já viu peito na vida, o meu não era nenhuma “revelação do ano”.

Mas passei por alguns sufocos, ele mamava bem, mas bem rápido, e todo mundo a minha volta, inclusive a pediatra, me deixavam super insegura sobre ele estar mamando o suficiente. Acordado ele mamava no máximo 5 minutos, e dormindo na madrugada uns 20. Mas enfim, ganhava peso certinho, e por outros N motivos, tomava 1 mamadeira de complemento por dia até os 5 meses.

Ele não quis mais mamar no peito com 10 meses, e eu? Eu morri de saudades. Acho que foi assim que inconscientemente encomendei a Olívia.

Depois de tanta polêmica sobre amamentação, sobre ser “pobre e fazer pobrice”, a nossa colunista do Grupo Maternar, a nutri Camila, nos presenteou com esse texto sobre o aleitamento materno e todos os seus benefícios, alegrias e dificuldades.

Confere o texto aqui:

O leite materno (LM) é o melhor alimento para o recém-nascido, pois possui todos os nutrientes necessários (inclusive água!) para o seu ótimo crescimento e desenvolvimento, além de proteger contra infecções, diarreia, doenças respiratórias e fortalecer o vínculo mãe-bebê.

aniron photography

aniron photography

A Organização Mundial da Saúde preconiza que o aleitamento materno (ALM) seja exclusivo até os 6 meses de idade (isso quer dizer, até está idade oferecer apenas LM), mas as mamães que nos digam, esta não é uma tarefa lá muito simples, certo? Amamentar é realmente tudo de bom, entretanto, isso não quer dizer que não exista (e não seja totalmente normal) algumas dificuldades no início deste processo.

Em primeiro lugar, o ALM exige uma grande dedicação, principalmente nestes primeiros 6 meses, onde o bebê deve mamar em livre demanda (o quanto quiser, sem intervalo de tempo pré-definido); e lá se vão horas de sono, paciência, seu horário de tomar banho, de comer e por aí vai. Este é um momento em que o bebê é totalmente dependente, quase que exclusivamente, da mãe. Em segundo lugar, nem sempre a dupla mãe-bebê se adapta de cara a prática do ALM. Nos primeiros dias, ambos estão se conhecendo, criando rotinas e, por ser tudo tão novo, é extremamente comum existirem algumas dificuldades para acertar a pega (forma como o bebê mama ao seio), por exemplo.

Aos poucos, cada dupla vai encontrando o seu tempo, seu jeito e forma de amamentar. Mas até isso, talvez algumas mulheres precisem de ajuda, de um suporte ou palavra de apoio que as incentive a persistir nesta prática tão linda e gostosa, mas que sim, pode ter suas pedras no caminho. Mas uma certeza fica, passada estas adaptações e dificuldades este é um momento muito prazeroso, cheio de carinho e completamente único!

Sendo assim mamães, não entrem em pânico! Busquem informações e apoio, e o Maternar pode ajudar vocês. Entrem em contato com a nossa equipe e conheçam mais sobre os nossos serviços de consultoria.

1521488_343983549102835_1942790799602990556_n

Camila Seffrin Martinevski

Nutricionista (CRN2 10372)

Especialista em Nutrição Materno-Infantil

Consultora Maternar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s