Como escolher a escolinha para o seu filho?

Recentemente passei pela busca de uma nova escolinha para as crianças.

Somos mães e pais, e também somos culpa não é mesmo? Qual é a escolinha perfeita? Por que a antiga não serve? O que é melhor para os meus filhos?

Nessas horas a gente tem que frear a emoção e pensar com calma, e sem tanto drama. Esses dias ouvi uma entrevista da Rosely Sayão, que é psicóloga, e dizia que não há escola perfeita, e o que faz diferença é quanto os pais se envolvem com a escola que os filhos estão.

Image result for kindergarten kids

Claro que a linha da escola deve ter afinidade com a vida da família, e os pais tem que sentir segurança ao deixar os filhos com a instituição. Você deve pensar em como gostaria que seu filho fosse criado, se na primeira infância você acredita em focar no desenvolvimento intelectual ou no lúdico, ou a melhor junção dos dois mundos.

Como fiz minha escolha:

  1. LOCALIZAÇÃO – Não gosto de trânsito, e não gosto de perder tempo no trânsito, a escola pode ser perfeita, mas se meus filhos gastarem 1h ou 2 horas das suas vidinhas, todos os dias sentados no banco do carro, no meu ponto de vista os prós ficam bem menores que os contras. Procurei pelo próprio Google Maps escolas que ficassem no máximo 15 minutos de distância de carro.
  2. ESTRUTURA – Pode parecer até fútil, mas as crianças passam 10 horas ou mais na escola, e queria que fosse um ambiente acolhedor, bem cuidado, que os fizessem sentir bem. Analisei mobiliário, pracinha, iluminação, espaços fechados de convívio (aqui chove muito). Além disso queria muito que o berçário tivesse bastante espaço e estímulos pois nessa fase os bebês estão explorando as possibilidades, e queria que a Olívia tivesses essa oportunidade.
  3. GESTORAS – O projeto pedagógico na Educação Infantil é importante, mas ter abertura na comunicação com os responsáveis da escola, e sentir que a gestão é humana e prioriza o bem estar das crianças, faz toda diferença, pois assim esse sentimento também passa para os educadores e auxiliares, e a educação dessa criança será feita em conjunto e apoio entre escola e família.
  4. NÚMERO DE CRIANÇAS POR TURMA – Existe legislação para quantidade de crianças por metro quadrado e por educadores. Conforme o Conselho Estadual de Educação do RS, “Na Educação Infantil, conforme dispõe o Parecer CEED nº 398/2005, item5, a faixa etária de 0 a 2 anos, até 05 crianças por professor, podendo este número ser ampliado para até 10 crianças, desde que o professor conte com a assistência de um auxiliar cuja formação mínima seja a de Ensino Médio. Na faixa etária de 3 anos, até 15 crianças por professor e a partir de 4 anos, até 20 crianças por professor.”
  5. PREÇO – Sim, além de tudo o valor da escola tem que entrar no orçamento doméstico sem trazer grandes transtornos, e com certeza é um ponto a favor.

 

Os primeiros dias de adaptação me deixaram angustiada, mas é preciso estar tranquila para passar essa tranquilidade a eles. e assim vamos indo, quase 2 semanas de escola nova e dois bebês e uma mãe em uma nova vida 🙂

 

Beijos,

Ale

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s